23º Dia

Purificando as Fontes

 “e Eliseu foi até a fonte, jogou o sal na água e disse: — O que o SENHOR Deus diz é isto: “Eu fiz esta água ficar pura, e ela não provocará mais mortes nem abortos.” 2 Reis 2.21

  • Facebook
  • Instagram

Fontes são nascedouros, lugares de vida, prosperidade e abastecimento. Todas as civilizações foram fundadas às margens de nascentes de águas, pois é onde a vida é possível.

            Mas e quando as fontes se tornam contaminadas e amargas? A morte, a doença, a escassez e a dor também se farão presentes juntamente com a amargura.

            A intenção do inimigo de nossas almas é sempre contaminar na origem, na raiz, na fonte, matando as possibilidades. Se as fontes forem amargas, todo o resto o será.

            Nossas fontes estão na alma, em nossos pensamentos e sentimentos, nos alicerces de nossas atitudes e emoções.

            O ambiente em que vivemos, as conversas das quais participamos, as informações às quais expomos nosso intelecto, serão determinantes em nossa fé, e se nossa fé estiver comprometida pelo vírus da amargura, o milagre não virá.

            Precisamos do sal da palavra de Deus purificando nossas fontes constantemente, pois a todo momento somos alvejados pelos dardos de satanás e por esta mentalidade secular e humanista que procura a todo momento minar nossa espiritualidade, contaminando nossas fontes com incredulidade, criticismo e desesperança.

            Fuja dos desanimados e dos críticos, fuja das conversas ácidas, fúteis e que não constroem. Encha sua mente da palavra de Deus e de notícias de esperança e fé!