31º Dia

Chuva de Fogo

“Então o SENHOR mandou fogo. E o fogo queimou o sacrifício, a lenha, as pedras, a terra e ainda secou a água que estava na valeta.” 1 Reis 18.38

  • Facebook
  • Instagram

            O mesmo profeta que trancou os céus, fazendo que não chovesse, também o destrancou, fazendo com que chovesse e a colheita viesse. Agora este profeta faz chover fogo do céu!

            Elias era um ser humano comum, mas não vivia na dimensão comum, Elias vivia na dimensão do milagre, tanto foi que um dia ele elevado definitivamente para lá.

            Elias começa com os céus trancados, depois ele é promovido para os céus abertos, então ele chega ao fogo do céu, para enfim ser tomado pelo céu.

            Mas assim como a chuva que Elias fez cair abrindo os céus, a chuva de fogo também não cairia de graça, teria que ser provocada, agarrada, buscada.

            Elias desafia sua geração, confronta os poderes terrenos, repreende as potestades e restaura o altar profanado, Elias vai além, age adiante, é a verdadeira personificação do “fazer coisas que ninguém fez, para alcançar o que ninguém alcançou”.

            Temos uma grande nuvem de testemunhas e uma geração esperando a manifestação dos filhos de Deus, chegou o tempo dos Elias modernos agirem e trazerem o céu para a terra e uma tempestade de fogo do céu, arrasando com a injustiça, com o medo, com incredulidade e todo tipo de artimanha do inferno.

            Estes 40 dias nos levarão para outro padrão, nos elevarão para a dimensão do milagre.