15º Dia

Fé e Ressurreição

“Depois de dizer isso, gritou: — Lázaro, venha para fora! E o morto saiu. Os seus pés e as suas mãos estavam enfaixados com tiras de pano, e o seu rosto estava enrolado com um pano. Então Jesus disse: — Desenrolem as faixas e deixem que ele vá.” João 11.43-44

  • Facebook
  • Instagram

Todos os milagres de Jesus são maravilhosos, mas este é o meu preferido, pois mostra a realidade tanto da necessidade humana, como da misericórdia e poder divino, além da eficácia da fé.

            No que diz respeito a necessidade humana, vemos a morte, o grande e derradeiro adversário do ser humano, e o quanto ela é aterradora. Lázaro deixa família e amigos enlutados devido a uma enfermidade pavorosa, a lepra, que corrói o corpo e a dignidade humana, impondo-lhe um sofrimento terrível.

            No que diz respeito a misericórdia divina, nós vemos um Deus que chora diante da finitude da existência humana e do sofrimento, vemos o Verbo Vivo e divino ser tomado pelo mais humano dos sentimentos, o luto.

            Quanto a eficácia da fé, vemos que o quanto a fé de um crente ainda pode ecoar mesmo depois de sua morte, pois Lázaro já estava morto na ocasião do milagre. Jesus diz para as irmãs de Lázaro quem crer nEle, ainda que morra, viverá, e que ser crermos, veremos sua glória e poder.

            Lázaro morreu em fé e isto foi creditado em sua conta, a fé de Lázaro, mesmo depois de morto, testemunhava em seu favor.

            Não podemos deixar de crer jamais, pois ainda que nosso corpo desfaleça, nossa fé será como uma semente que operará em nosso favor.

            A fé de Lázaro o levantou dentre os mortos, revelando que a fé tem poder sim, até sobre a morte.